ATENÇÃO SITE MELHOR VISUALIZADO NO CHROME OU FIREFOX

O que você procura?

Me rendendo aos e-readers, mas nem tanto.

Olá amigos,
ultimamente tenho lido muitos livros e como uma boa aficcionada em leitura, muitas vezes, leio mais de um livro ao mesmo tempo, alternando entre as leituras, claro. Por conta disso, aliado a falta de tempo e espaço, estou me rendendo aos poucos aos e-readers.
Tenho um de tela com e-ink que imita a página impressa do livro e estou lendo alguns e-books que adquiri, um deles, inclusive da livraria Wook: Um gato de rua chamado bob, em portugal chamado Minha vida com Bob.
Estou bem acostumada a leitura no e-reader, não sinto cansaço na vista nem me incomodo com a telinha fixa. Pegar as páginas, cheirar o papel é muito bom, mas na correria do dia-a-dia e na impossibilidade de poder carregar muitos livros ao mesmo tempo, o e-reader é uma mão na roda, claro que estes aparelhinhos são super frágeis, parecem feitos de casca de ovo, perdi um logo quando comprei, rachado no meio, por conta de um trem lotado, comprei outro e este está durando (dois anos até agora).

O ponto negativo ainda é o preço, os aparelhinhos são caros (o mais barato e travadinho kindle, custa em torno de R$300), o que não compensa o custo benefício se a idéia for economizar com a compra de e-books, por conta dos valores destes (em torno de 20% mais baratos que o livro de papel) o e-book praticamente tem cópias ilimitadas e poderia, se pelo menos a máquina de ganhar dinheiro permitisse, sair bem mais em conta, compensando assim o custo do aparelhinho.
Algumas editoras assim o fazem, já adquiri e-books de 4 reais, enquanto que o livro custava quase R$30, mas isso é coisa raríssima, pois a gana por ganhar dinheiro é muito grande.
Existem os e-books legais gratuitos (os de domínio público) e também os de cortezia, algumas vezes oferecidos pelos portais de e-books, o google play  e a Amazon as vezes têm destas e eu adoro^^.

E uma perguntinha que não quer calar: Valeu? Compensou compra o e-reader? Recuperou a grana que pagou nele?
Respondo sinceramente, o e-reader valeu cada centavo e compensa tê-lo por conta da portabilidade, mas não, não recuperei essa grana paga no e-reader, não ainda, pois como eu disse, o custo dos e-books ainda é alto e as vezes prefiro esperar uma destas promoções relâmpagos dos portais de venda de e-books para conseguir alguns de cortezia, ou ainda acabo comprando o de papel mesmo nas livrarias quando estão em ofertas relâmpagos, como as que a Saraiva e a Submarino costumam fazer com preços de R$9,90.


Mas no final outra perguntinha que não quer calar: Ah, mas você recomenda o e-reader?
E eu digo, sim, eu recomendo. Mas não para qualquer um, pois os aparelhos são frágeis,
eu com todo o cuidado do mundo que costumo ter perdi um, esmagado por uns cavalões num dia de trem cheio, imagine só  dar um aparelhinho destes na mão de uma criança pequena ou um adulto descuidado, não dura um mês, levou um tombo, colocou uma coisa pesada em cima, já era.

Uma coisa legal para ajudar a compensar no preço alto do e-reader seria as lojas que fornecem esses aparelhinhos (muitas delas livrarias) incluírem como cortezia alguns e-books do gênero da escolha do leitor, mas não esses e-books de domínio público e sim os livros vendidos do tipo: Compre o e-reader e ganhe 4 e-books da sua escolha. Já pensou que legal?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Deixe seu comentário e volte assim que possível para ler a resposta^^